22 de janeiro de 2008

Epidemia

Comunicado urgente

Uma nova epidemia altamente devastadora e com sérias consequências está se alastrando pelo país. Não, não estou falando da Malária, muito menos da dengue. Essa epidemia é importada, tem nome, sobrenome e apelido: Big Bosta Brasil.

O vírus é extremamente contagioso e as complicações causadas pela doença são sérias e irreversíveis. Os principais sintomas são:

1 – Perda rápida de inteligência. Logo nos primeiros dias após o contágio, você perceberá que seu nível intelectual começará a cair. Você começará a falar coisas sem sentido e ter dúvidas idiotas como “escola é com E ou com I? Ou é com S?”. Após 3 meses, terá o QI menor que uma criança de 3 anos. Além disso, passará a repetir jargões bregas e/ou sem sentidos.

2 – Perda de cultura e bom gosto. Esse sintoma começará a surgir após o primeiro mês de contaminação. Você deixará de ler livros, ouvir música, assistir filmes e ver bons programas de TV (se é que isso existe). Só terá olhos e ouvidos para o vírus BBB.

3 – Perda de assunto. Aos poucos, você perderá sua habilidade de conversar com as pessoas sobre coisas interessantes. No final da contaminação, só saberá falar sobre a epidemia e nada mais. Fique alerta se, quando você abrir a boca, seus amigos saírem de perto de você.

4 – Perda de valores. Logo na primeira semana, você vai perder o senso do que é certo e errado. Ao final de 3 meses, vai achar que mentir, fazer maldade e armações, falar palavrões infames em público, dar barraco, andar quase pelado e roubar a mulher ou homem do próximo é correto, normal e legal. Também achará que vale a pena fazer tudo (TUDO) por dinheiro.

5 – Vontade de ser um transmissor. Algumas pessoas, após os 3 meses de manifestação, sentiram desejo de se tornar um dos 14 transmissores anuais do vírus. Após esse estágio, não há mais cura.

Para evitar o contágio, só há uma alternativa: fugir do inseto transmissor a todo custo!
Desligue a TV e vá fazer qualquer coisa.

Leia um livro. Estude. Trabalhe. Vá pra balada. Vá pra casa de seus amigos. Pratique esportes. Veja bons filmes. Ouça uma boa música. Visite seu vizinho. Converse com seus pais e irmãos. Dê uma arrumada no seu quarto. Vá fazer compras. Se não tiver nada pra fazer, vá dormir. Além de evitar a contaminação, dormir faz pra sua saúde (e você não vai ficar com sono no trabalho nem vai dormir na aula). Faça qualquer coisa (QUALQUER COISA), mas não ligue a TV. Pois, cá entre nós, qualquer coisa que você faça será mais útil.
Aff ...

2 comentários:

Ricardo disse...

Aline,

Vc e eu e algumas pessoas somos imunes a este vírus maléfico que assola nosso país!! Séra que conseguimos encontrar um infectologista pra passar a imunidade para as outras pessoas?
Como pode? Pessoas cultas se deixando abater por este vírus infernal? As pessoas se esqueceram de como é bom ler, assistir um filme "cult" no cinema, conversar etc...a moda é: assista futilidades e torne-se pop! "Welcome" como diz um amigo, "Welcome to Brazil"

Talitajj disse...

ÓTIMO texto!! haha
Beijos