4 de janeiro de 2008

E é só isso!



Ela só quer que você seje uma boa companhia e que a faça sorrir mesmo nos dias de chuva. Que goste do cheiro do seu cabelo. Que passe o dia com ela, conversando sobre todas as coisas do mundo. Ou que não diga nada, enquanto balançam na rede da varanda.

Ela quer passar a mão no seu cabelo. Quer dizer como você fica bonito naquela sua camiseta azul. Quer te contar as coisas sobre a faculdade e quer saber como você anda. Quer cozinhar pra você no feriado.

Ela quer assistir filmes nas tardes de domingo, comendo brigadeiro de panela. Quer te contar histórias engraçadas, mesmo que inventadas, só pra ver você sorrir. Porque ela gosta do seu sorriso e da marca que aparece no canto da sua boca.

Ela só quer que você se importe com ela e que mande uma mensagem de celular num dia qualquer, sem nada de especial, para lembrá-la disso. Quer segurar sua mão e sentir o cheiro de menta que sai da sua boca quando fala algo bem perto.

Ela não liga pra idade, beleza, corpo sarado, roupas de marcas. Nem pra carros, dinheiro, presentes caros, super baladas. Não quer surpresas incríveis, ligações a cada meio minuto, nem melosidades e declarações públicas de amor.

Ela só quer que você escreva naquele pedaço de papel um verso bonito de uma música qualquer que fale de amor. E esconda nas suas coisas antes de ir embora, num dia qualquer.

-------------------------------------------------------------------------------------------------


E quem nunca quis encontrar, no fundo da bolsa, um papel escrito assim:


“Até quem me vê
lendo jornal
na fila do pão
sabe que eu te encontrei.”

2 comentários:

Daniel disse...

gostei do texto, muito bonito.
passa no meu blog depois! bjos

Daniel disse...

nao saiu meu blog, hehe:
www.curyoso.blogger.com.br