30 de outubro de 2011

Do varredor ao presidente.


Não gosto de gente que desdenha ou ironiza a doença dos outros. Achei péssimo as pessoas fazerem pouco caso da morte do Steve Jobs, como se fosse fácil definhar até a morte e ter que deixar tudo, famílias, amigos, trabalhos, sonhos. Doença não é piada. Não é fácil ficar doente. Só quem tem uma doença grave, ou um alguém próximo em uma situação assim, sabe como é difícil. Mas não acho que esse seja o caso desse movimento pedindo pro Lula ir pro SUS. Ninguém está fazendo piada, nem desejando que o Lula vá para o SUS para morrer. Também não acho que seja algo pessoal. Acho que o que as pessoas estão tentando sinalizar é que o sistema público de saúde está falido e que quem depende dele precisa de muita sorte pra sobreviver.

O Lula não é a primeira pessoa que descobriu um câncer logo no começo graças ao fato de ter acesso ao sistema privado de saúde. O mesmo aconteceu com a Dilma, com o Reinaldo Gianechinni e com muitos outros políticos, atores, etc. Mas essa, infelizmente, não é a realidade da maioria da população. População pobre que não tem dinheiro para pagar um tratamento no Sírio Libanês e precisa se humilhar para conseguir uma consulta. Pois o SUS é feito disso, humilhação atrás de humilhação. São meses para conseguir uma consulta, meses para fazer um exame e a única coisa que resta ao paciente é rezar para sobreviver o suficiente para começar a fazer o tratamento.

A verdade é que se o Lula dependesse do SUS, assim como a maioria da população, ele não começaria a quimioterapia na segunda. Talvez, nem na semana seguinte, ou no mês seguinte. Talvez ele só começaria o tratamento no ano que vem. Talvez ele morreria antes disso acontecer.

Eu falo isso por experiência própria. Alguns meses atrás, estava em acompanhamento no HC Unicamp, quando marcaram meu retorno para 6 (SEIS!) meses depois. Os médicos ainda tiveram a coragem de me dizer que se alguma coisa acontecesse, eu deveria voltar antes -  ou seja, alguma coisa poderia acontecer, mas mesmo assim eu teria que esperar 6 meses para ainda ter que fazer vários exames e, só então, começar o tratamento. Felizmente tenho dinheiro para pagar um convênio, mas meu azar foi tanto que todos os médicos em que ia, acabavam me encaminhando para algum especialista do SUS. Felizmente, encontrei uma médica verdadeiramente preocupada com seus pacientes e em um mês eu já estava fazendo o tratamento. Se não fosse por ela, se eu tivesse que esperar minha consulta no HC Unicamp, não faço ideia do que teria acontecido. Mas essa médica é uma exceção nos hospitais brasileiros. Eu tive sorte, mas muita gente não tem. Quem já pisou em um hospital público sabe como é lamentável ver pessoas extremamente doentes esperando meses por uma consulta, por um simples exame. Isso não deveria ser assim.

Não estou aqui dizendo que todos os problemas da saúde pública do país são culpa do Lula. Mas ele, quando era presidente, poderia ter feito alguma coisa para melhorar ou, ao menos, amenizar essa situação, mas não fez. Nenhum presidente ou Ministro da Saúde fez qualquer coisa para tornar mais digno e responsável um sistema do qual depende a vida da maioria da população brasileira. Também não desejo que o Lula vá para o SUS para sofrer e/ou morrer e ver como vida de pobre é difícil - até porque isso não faria diferença nenhuma.

A única coisa que eu desejo é que ninguém mais tenha que pagar para ser bem atendido e receber tratamento. Que ninguém mais seja mandando para casa para esperar 6 meses. Que ninguém mais tenha que dormir em maca em corredor de hospital. Que ninguém mais morra por descaso ou falta de tratamento. A única coisa que eu desejo é que algum dia a saúde pública do nosso país consiga atender com qualidade, rapidez e dignidade toda a população brasileira, do varredor de rua ao presidente.

2 comentários:

Anônimo disse...

"Também não desejo que o Lula vá para o SUS para sofrer e/ou morrer"

ontradição de tudo o que você disse antes e, inclusive, da 'campanha' de mau gosto 'Lula, faça o tratamento no SUS'. Todo mundo sabe que o SUS é uma merda, vc mesma acabou de demonstrar exatamente o quanto esse sistema é ruim. Esse pessoal querendo que ele faça o tratamento lá é oq? Desejo de que ele seja feliz, bem cuidado? NÃO. Isso também é mexer com coisa que nao deveriam mexer: uma DOENÇA. Respeito as opiniões diferentes, mas não posso deixar de dizer o quanto a internet tem propiciado a falta de noção das pessoas: todos podem falar sobre tudo, todos se acham no direito de manifestar suas frustrações. Lula nao fez nada pelo SUS. ok. NENHUM outro fez. Agora, ele está DOENTE. é um HOMEM DOENTE. Como qualquer outro.

Aline disse...

Se você leu meu texto, acho que não entendeu o que eu disse.
Eu disse que não acredito que a pessoas realmente queiram que o Lula vá se tratar no SUS, as pessoas não estão mandando ele fazer isso. Essa campanha é apenas uma maneira de fazer com que toda a população pense mais no assunto, assim como aconteceu com a campanha "Escola pública para filhos de políticos".