20 de março de 2009

Conheça - Adriana Lisboa (parte II)


"Destino impiedoso -
Virar broto de bambu
Era seu fim."
Basho


A Adriana Lisboa é uma escritora tão adorável, que merece um segundo post. Sua escrita é sempre sensível, poética e carregada de significados. Sempre que eu leio um livro, gosto de assinalar os trechos que mais gosto, aquelas frases que você quer poder encontrar depois, pra dizer a alguém. Quando leio os livros da Adriana Lisboa, tenho vontade de assinalar o livro todo.


Acabei de ler um outro livro seu, Rakushisha. Esse livro merece atenção especial, ele é o resultado da pesquisa de doutorado da escritora. Ao invés de escrever uma tese, que seria colocada na estante da biblioteca da faculdade e, quem sabe, um dia seria lida por umas poucas pessoas, ela escreveu uma obra de ficção. É no limite entre ficção e realidade, que Adriana Lisboa nos traz o resultado da sua pesquisa sobre a cultura japonesa, o escritor Basho do século XVII e seus haikais.

Merece ser lido por quem gosta de conhecer outras culturas, gosta de haikai e, especialmente, de uma escrita poética, tocante e significativa.



"Gosto dessa familiaridade da estranheza, de que de repente me dou conta. Gosto de me sentir assim alheada, alguém que não pertence, que não entende, que não fala. De ocupar um lugar que parece não existir. Como se eu não fosse de carne e osso, mas só uma impressão, mas só um sonho, como seu eu fosse feita de flores e papéis e um tsuru de origami e o eco do salto de uma rã dentro de um velho poço ou o eco dos saltos de uma mulher na calçada e as evocações de Sei Shonagon e de Basho, séculos depois.

Qual é o lugar que ocupo no mundo? Tem nome, esse lugar? Tem dimensões? Altura, largura, profundidade? Será um som, apenas, ou um gesto, ou um cheiro, ou uma possibilidade nunca explorada? O contrário do som. O contrário de um gesto - imobilidade, potencialidade. Desistência?"

A. Lisboa. Rakushisha, p.89


Um comentário:

Daniel disse...

eu tbm adorei o q ja li da adriana lisboa... vou me lembrar desse livro e ler qdo puder... ^^